Sala de
IMPRENSA

Página Inicial » Notícias

Consórcio PCJ apresentará diagnóstico da situação e plano de ação do Ribeirão Quilombo, amanhã, em Nova Odessa

22 agosto 2018



O Consórcio PCJ apresentará aos municípios da Bacia do Ribeirão Quilombo diagnóstico sobre a situação do curso d’água e planejamento de ações a serem seguidas, respeitando o planejamento do Plano das Bacias PCJ, que prevê reenquadramento do ribeirão de classe 4 para classe 3 até o ano de 2035.  A apresentação dos dados acontecerá amanhã, dia 23, no auditório da Prefeitura de Nova Odessa (SP), com a presença do prefeito municipal e presidente do Consórcio PCJ, Benjamim Bill Vieira de Souza.

No documento elaborado pela entidade constam informações divididas em três temas centrais: macrodrenagem, tratamento de esgoto e reflorestamento ciliar. Os dados foram levantados através de entrevistas junto a representantes dos municípios envolvidos e coletados nos relatórios elaborados pelos Comitê de Bacias PCJ, Agência de Bacias PCJ, e órgãos de fiscalização e qualidade, como a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), que somados formam um diagnóstico consolidado sobre a situação das ações previstas de recuperação do ribeirão.

O Consórcio PCJ irá apresentar também um plano de ação para os municípios com o objetivo de auxiliá-los no cumprimento das metas de qualidade e quantidade estabelecidas por esses planos. O desafio é grande, já que o Quilombo se trata de um curso d’água relativamente curto em extensão – no total não passa de aproximadamente 54,7 km e com baixas vazões– o que dificulta o processo de diluição das cargas poluidoras lançadas em seu trajeto já que não há extensão suficiente para a autodepuração.

Mais detalhes serão apresentados pelos técnicos da entidade durante a reunião que será aberta para a imprensa a partir das 10h30.

Sobre o Ribeirão Quilombo e o projeto de recuperação

O Ribeirão Quilombo possui extensão aproximada de 54,7 km desde a sua nascente, na cidade de Campinas, até a sua foz no Rio Piracicaba, no município de Americana. Sua bacia hidrográfica possui extensão de 396 km² é caracterizada por ocupação majoritariamente urbana e com índice de chuva variando entre 1.200 e 1.800 mm. O curso d’água cruza ainda os municípios de Sumaré, Nova Odessa e parte das divisas territoriais de Paulínia e Hortolândia.

Levantamento preliminar do Consórcio PCJ verificou que para a recuperação de matas ciliares do ribeirão Quilombo e seus principais afluentes será necessário o plantio de 585 mil mudas nativas, com aportes financeiros de R$ 11,7 milhões. Já para ações de construção dos 11 reservatórios de macrodrenagem e contenção de cheias o aporte é bem maior, sendo necessários R$ 184 milhões. No total, estima-se que serão necessários R$ 196 milhões com os dois projetos. Nesses investimentos ainda não estão contabilizados os gastos com tratamento de esgoto.

Serviço:
Evento: Reunião do Grupo de Revitalização do Ribeirão Quilombo
Data: 23 de agosto de 2018
Local: Auditório da Prefeitura Municipal de Nova Odessa.
Endereço: Av. João Pessoa, nº 777 – Centro, Nova Odessa/SP
Horário de atendimento à Imprensa: a partir das 10h30


VOLTAR



Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí
Av. São Jerônimo, 3100 - Americana, São Paulo, 13470-310 Brasil
19 3475-9400
Facebook Youtube Instagram Twitter
PCJ
©Consórcio PCJ 2018 | Todos os direitos reservados