Sala de
IMPRENSA

Página Inicial » Notícias

Projeto de Revitalização do Ribeirão Quilombo está sendo Exposto do XXI Encob, que está ocorrendo em Foz do Iguaçu (PR)

24 outubro 2019



Está acontecendo durante toda a semana de 21 a 25 de outubro, o XXI Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas (Encob), em Foz do Iguaçu (PR), que reúne técnicos, representantes do setor público, privado, rural e comunidade de comitês do Brasil todo. Este ano, o evento tem como tema central “Gestão das Águas – #FALACOMITÊ”. O Consórcio PCJ está participando com o vice-presidente de Gestão e Políticas de Recursos Hídricos e prefeito de Limeira (SP), Mário Botion, ao lado do assessor técnico da Secretaria Executiva, Flávio Forti Stenico, que também está expondo o trabalho técnico de Revitalização do Ribeirão Quilombo. Uma Comitiva dos Comitês PCJ também está representando a região nesse evento que é considerado um dos mais importantes da área.

A Cerimônia de Abertura Oficial aconteceu no dia 21 e teve a presença de técnicos e autoridades de todo o país, que defenderam a importância da gestão das águas no Brasil com a atuação dos Comitês de Bacias como integrador regional das boas práticas. A Presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Christiane Dias, esteve presente na abertura.

No primeiro dia do Encob, o assessor técnico do Consórcio PCJ, Flávio Forti Stenico, participou da oficina sobre instrumentos e ferramentas para implementação de Planos de Bacias, ministrada por técnicos da Agência Nacional de Águas (ANA), que contou com palestras técnicas pela manhã e realização de atividades em grupos no período da tarde, envolvendo membros de diversos comitês de bacias, como o do PCJ, do São Francisco e de regiões do Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso e Nordeste.

Stenico ainda apresentou em formato de pôster, o trabalho técnico sobre a “Revitalização do Ribeirão Quilombo”, na feira técnica do evento. O projeto prevê ações integradas entre os seis municípios que são cortados pelo ribeirão nas áreas de saneamento, recuperação de matas ciliares e macrodrenagem, tendo como meta o horizonte até 2035 para melhorar a qualidade das águas do Quilombo, tornando-a apta para outros usos além de paisagismo.

O ENCOB é promovido pelo Fórum Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas (FNCBH), e nesta edição está sendo realizado em parceria com o Governo do Estado do Paraná, através da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, com o apoio da REBOB (Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas).

A estimativa é de que 1,5 mil pessoas participem das atividades, entre membros de comitês de bacias, profissionais da área de recursos hídricos, estudantes e interessados pelo tema. Nos cinco dias de evento estão ocorrendo dezenas de atividades diferentes, entre palestras, mesas redondas, debates, oficinas e apresentações de cases.

Visitas Técnicas

O representante do Consórcio PCJ visitou o Refúgio Biológico Bela Vista, com 35 anos de atividades de recuperação florestal de 1.915 ha, onde antigamente era pasto. Atualmente, a extensão da mata ciliar restaurada abrange aproximadamente 1.400 km no entorno do reservatório de Itaipu, do lado brasileiro, e 1. 500 km na margem do Paraguai, compondo um grande corredor de biodiversidade, que liga o Parque Nacional do Iguaçu ao Parque Nacional de Ilha Grande.

Stenico ainda visitou o viveiro que é administrado pela Itaipu Binacional, que gera as mudas que dão suporte e apoio aos projetos de reflorestamento local. Por ano, são produzidas mais de 300 mil mudas para ações de recuperação florestal. Existem mudas em todos os estágios de produção (germinação, pequenas e grandes).

Existe mapeamento das matrizes e verificação da diversidade e variabilidade genética das mesmas, garantindo maior sucesso nos plantios, o que reflete na baixa perdas por mortandade, menos de 10%.

São produzidas 60% de espécies pioneiras e o restante de específicas ou de extinção. O viveiro atende atualmente 54 municípios da área de drenagem, parques e reservas do entorno do reservatório de Itaipu.

“Foi a importante a visita ao viveiro de Itaipu, já que o Consórcio PCJ adquiriu experiência para realizar o seu primeiro reflorestamento, em 1991, através de uma parceria entre a Itaipu e ONGs que implantaram pioneiramente o trabalho de reflorestamento às margens do reservatório da usina”, comenta Stenico.

O assessor técnico do Consórcio PCJ também realizou visita técnica à Usina Itaipu Binacional, considerada uma das maiores do planeta. A usina possui 20 turbinas (10 brasileiras e 10 paraguaias) que geram cerca de 17% de toda a energia consumida no Brasil e 100% da energia consumida no Paraguai. O excedente da energia não consumida pelo Paraguai é vendido ao Brasil, mediante acordo firmado junto ao tratado de Itaipu.


VOLTAR



Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí
Av. São Jerônimo, 3100 - Americana, São Paulo, 13470-310 Brasil
19 3475-9400
PCJ
©Consórcio PCJ 2018 | Todos os direitos reservados
Criação
Manutenção Bk360 Agência Publicidade Propaganda Digital
1
×
Olá, podemos ajudar?