Sala de
IMPRENSA

Página Inicial » Notícias

Bacias PCJ avançam no tratamento de esgotos: Pedreira e Itupeva inauguram ETEs

10 julho 2012



Os municípios de Pedreira e Itupeva inauguram nas últimas semanas Estações de Tratamento de Esgoto que elevaram os índices de tratamento. Em Pedreira, a ETE permite o tratamento de 100% dos efluentes produzidos na cidade, enquanto em Itupeva, com a inauguração da ETE Nica Preta, elevou de 13% para 43% o nível de tratamento de esgotos coletados.

As inaugurações ocorreram nos dias 28 de junho, em Pedreira, e cinco de julho em Itupeva. O Secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, Edson Giriboni, esteve presente nas duas ocasiões representando o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e a presidente da Sabesp, Dilma Pena.

Giriboni aproveitou a ocasião para afirmar o empenho da secretaria e do governo estadual nas negociações para a construção de dois novos reservatórios nas bacias PCJ, em estudo na região de Pedreira e Amparo. “Nós entendemos a importância em se assegurar o desenvolvimento e garantir o suprimento hídrico aqui para a região. Esse assunto está sendo estudado pela nossa equipe, pelo DAEE [Departamento de Água e Energia Elétrica]; já conversamos, também, com a casa civil e com o governador. Este assunto está sendo tratado com bastante atenção e prioridade por parte do Governo do Estado de São Paulo”, explicou ele.

Em Pedreira, as obras da ETE foram executadas pelo DAEE e fazem parte do programa Água Limpa. Com o início de operação da estação, o município deixará de lançar seus esgotos sem tratamento no rio Jaguari, contribuindo para revitalização das bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí.
A estação é do tipo compacta e opera com tanques de aeração, adensamento e desidratação de lodo, desinfecção do efluente tratado e reatores. O gás produzido pela decomposição dos esgotos se destinará a geração de energia elétrica utilizada nos equipamentos.

O prefeito de Pedreira, Hamilton Bernardes exaltou a importância da obra. “É uma obrigação nossa tratar o esgoto que geramos, além de ser uma questão de nossa sobrevivência. Se não fizermos obras como essa não teremos água para as futuras gerações”, lembrou Bernardes.
O prefeito também atentou para o trabalho do Consórcio PCJ. “Desde 1989, o Consórcio PCJ tem realizado ações com a participação de Pedreira, um dos municípios que fundou a entidade”. Bernardes fez um apelo especial ao secretário Giriboni pela construção dos novos reservatórios na região. “Gostaria de fazer essa reinvindicação ao nosso secretário, pela construção desses dois novos reservatórios para que se segure a água no período das chuvas e libere na época das secas”, disse.

ETE Nica Preta em Itupeva

As obras da ETE Nica Preta, em Itupeva, tiveram início em 2009 e investimentos de mais de R$ 17 milhões que contemplam, também, a implantação de Estação Elevatória de Esgotos e todo o sistema que coleta o esgoto dos imóveis para o tratamento.
O tratamento de esgoto no município chegou a 43%, beneficiando 16,5 mil pessoas. Até o final do ano, a Sabesp – concessionária dos serviços de água e esgoto na cidade – pretende atingir a marca de 100% de tratamento dos esgotos coletados.
O funcionamento da estação colaborará para o desenvolvimento da cidade, além de contribuir com a despoluição da bacia do rio Jundiaí e, consequentemente, do rio Tietê. A bacia hidrográfica onde Itupeva está inserida é considerada a mais crítica do Estado de São Paulo, com disponibilidade hídrica de apenas 104 m3/hab/ano, enquanto a Organização das Nações Unidas (ONU) considera ideal índices acima de 1,5 mil m3/hab/ano.

O prefeito de Itupeva, Ocimar Polli, comentou sobre a despoluição do rio Jundiaí. “Hoje temos de pensar que preservar os rios está preservando o futuro de nossas gerações. O município de Itupeva não tem deposito de água bruta disponível para as gerações futuras, o nosso futuro é o rio Jundiaí. Se não o preservarmos qual água vamos beber daqui pra frente?”
Polli ainda sublimou a necessidade de parcerias, como o Consórcio PCJ, para ampliar as ações de recuperação e preservação dos recursos hídricos. “Que Itupeva sirva de exemplo para outros municípios, que precisam ter a mesma prática e buscar parcerias, como o Consórcio PCJ e a própria Sabesp, para que possam fazer gestões que venham a preservar nossas águas”, disse o prefeito.

 

O secretário de recursos hídricos do estado de São Paulo, ao lado do prefeito da cidade de Pedreira,Hamilton Bernardes Júnior


VOLTAR



Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí
Av. São Jerônimo, 3100 - Americana, São Paulo, 13470-310 Brasil
19 3475-9400
PCJ
©Consórcio PCJ 2018 | Todos os direitos reservados
Criação
Manutenção Bk360 Agência Publicidade Propaganda Digital
1
×
Olá, podemos ajudar?