05.12.2017 - Sanasa campinas inaugura reservatório que vai beneficiar 27 mil pessoas

A Sanasa Campinas, associada ao Consórcio PCJ, inaugurou hoje, dia 05, com a presença do presidente da empresa, Arly de Lara Romêo, e do prefeito de Campinas, Jonas Donizette, o Reservatório de Água Potável Nova Europa, com capacidade para armazenar 2 milhões de litros de água e atender nove bairros da região do Jardim Nova Europa, totalizando 27 mil habitantes.

Os bairros atendidos são: Jardim Nova Europa, Jardim do Trevo, Vila Campos Sales, Parque da figueira, Jardim Stella, Jardim Icaraí, Parque Carvalho de Moura, Jardim Noêmia e Parque São Martinho.

O novo reservatório tem capacidade para armazenar 2 mil metros cúbicos (2 milhões de litros) de água potável. Foi construído com material importado da Inglaterra, em aço vitrificado parafusado. A obra foi executada pelo consórcio formado pela Fluid Brasil e Tecnologia Ltda., e pela construtora Ediza incorporação e Comércio Ltda.

O investimento para a execução da obra foi de R$ 2.674.093,17, sendo R$ 2.406.683,85 financiados pela CAIXA e o restante, de contrapartida da Sanasa.

Durante o evento, o presidente da Sanasa Campinas, Arly de Lara Romêo, falou sobre o 8º Fórum Mundial da Água. “No ano que vem, no mês de março, será realizado em Brasília, o Fórum Mundial da Água, o maior evento da área, que o Brasil tem a grande honra de sediar. Estamos juntamente com o Consórcio PCJ nos preparando para marcar presença no dia do evento, fazendo história”.

Outros reservatórios

Além do Reservatório Nova Europa, em agosto, a Sanasa entregou os reservatórios São Vicente, com capacidade para armazenar 3,5 milhões de litros, o reservatório João Erbolato, e o 31 de Março, com 2,5 milhões de litros cada um. Com estes reservatórios já inaugurados, Campinas aumentou sua reserva de seis para oito horas em caso de escassez.

Além destes, estão em construção os reservatórios do DIC e San Conrado, em Sousas, um compromisso assumido durante a crise hídrica. Com estas novas obras, a capacidade de Campinas aumentará para dez horas, e a cidade passará a ter um total de 70 reservatórios.

“Em 2014, quando vivemos a crise hídrica, eu falei para a população que iríamos fazer um plano de investimento, para que Campinas não precisasse mais passar pela situação de seca. Assim, com esse reservatório, o nível de segurança hídrica da cidade vai aumentar”, disse o prefeito Jonas Donizette.

IMG_5887 IMG_5909