23.03.2017 - Sabesp inaugura nova captação de água no Rio Jundiaí

Nessa sexta-feira, dia 24, fechando as celebrações da semana da água, a Sabesp, empresa associada ao Consórcio PCJ, em parceria com a Prefeitura de Várzea Paulista, inaugura a nova estação de captação de água no rio Jundiaí. A ação se tornou possível devido à melhoria da qualidade das águas do manancial. Não há, em todo o país, registro de uma bacia hidrográfica altamente adensada e pujante como a bacia do rio Jundiaí, que tenha sido despoluída.

Com outorga para 100 litros de água por segundo, a captação enviará a água para a Estação de Tratamento Palmeiras, onde passará por todo o processo de adequação e análise que integram os rígidos padrões de qualidade da Sabesp, para então ser distribuída à mais de 117 mil habitantes.

Obras da Sabesp contribuíram para a despoluição do rio Jundiaí

Desde 2012, a Sabesp inaugurou duas estações de tratamento de esgotos (ETE) que foram fundamentais para a eliminação de 257 toneladas por mês de carga orgânica do rio. Em Itupeva, a implantação do sistema de esgotamento sanitário começou em 2009 com a construção da ETE e da estação elevatória de esgotos (EEE). Todo o sistema capaz de coletar e tratar os esgotos entrou em plena operação em julho de 2012 e, com isso, o índice de tratamento dos esgotos coletados passou de 13% para 96%.

A outra obra fundamental que contribuiu para a despoluição do corpo hídrico foi o sistema integrado de esgotamento sanitário (SIES) de Campo Limpo Paulista e Várzea Paulista, em 2013. A estrutura, entre as mais modernas do interior, contemplou a construção de cinco estações elevatórias de esgotos nos dois municípios, uma estação de tratamento de esgotos e 38 quilômetros de redes capazes de transportar o esgoto coletado para o tratamento na ETE. A estação tem capacidade para tratar 560 litros de esgotos por segundo e permitiu que Campo Limpo Paulista e Várzea Paulista atingissem 90% e 96% de tratamento de esgotos, respectivamente.

Todas as intervenções realizadas contribuíram diretamente com o desenvolvimento das cidades de Campo Limpo Paulista, Itupeva, Várzea Paulista e dos municípios vizinhos. São mais de 220 mil pessoas beneficiadas com a despoluição do rio Jundiaí e, consequentemente, do rio Tietê. A melhoria das águas foi reconhecida, inclusive, com a ampliação do reenquadramento do rio de classe 4 para classe 3, que agora abrange o trecho entre o córrego Pinheirinho, em Várzea Paulista, e sua foz no rio Tietê, em Salto, totalizando mais de 60 km de extensão. A mudança foi aprovada por unanimidade pelo Comitê das Bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (Comitê PCJ) no último dia 16 de dezembro e aguarda apenas a ratificação do Conselho Estadual de Recursos Hídricos.

Serviço:

Evento: Inauguração da captação de água do rio Jundiaí em Várzea Paulista
Data: Dia 24 de março de 2017
Horário: A partir das 9h
Local: Marginal do rio Jundiaí, sob a alça de acesso para Várzea Paulista (Coordenadas 23º 12′ 33.5″ S, 46º 49′ 55.2″ W);
Google Maps: https://goo.gl/maps/6YSQz7EicPN2