24.10.2017 - Piracicaba adere ao projeto Espaços Eco Hídricos do Consórcio PCJ

O município de Piracicaba (SP) oficializou seu ingresso ao Projeto “Espaços Eco Hídricos” do Consórcio PCJ com o envio do Termo de Adesão assinado pelo prefeito municipal, Barjas Negri. Deste modo, a cidade se tornou a segunda em aderir ao projeto ao lado de Indaiatuba (SP).

Uma das cidades mais importantes do interior paulista, Piracicaba tem sua vocação turística bem representada na Rua do Porto, que reúne construções históricas, calçada ótima para passeios e boa variedade de restaurantes.

Outro exemplo de atração aos visitantes, está ao lado do imponente Rio que dá nome ao município e é uma de suas construções mais famosas: o Engenho Central “Barão de Rezende”. Localizado na margem direita do Rio Piracicaba, foi um dos mais importantes engenhos do país produtor de açúcar e álcool. Desativado em 1974, é reconhecido como patrimônio histórico da cidade e tombado pelo CODEPAC. Atualmente funciona como importante espaço cultural, artístico e recreativo da cidade, além de abrigar o moderno Teatro Municipal Erotídes de Campos e a mostra anual do Salão Internacional de Humor.

Também são destaques do turismo piracicabano o Parque do Mirante, local privilegiado para observar o rio, o Salto, a Rua do Porto e o centro da cidade; o Aquário municipal, com 3.000 peixes, de aproximadamente 80 espécies; e o Museu da Água “Francisco Salgot Castillon”, instalado numa construção datada de 1887, no local que abrigou a primeira Estação de Captação e Bombeamento de água da cidade, o museu ocupa uma área de 12 mil m² às margens do Rio Piracicaba, ao lado do Salto e preserva ainda detalhes arquitetônicos, com estrutura para visitação com foco na educação ambiental.

Todos esses pontos turísticos poderão ser chancelados como “Espaços Eco Hídricos”. De posse da assinatura do termo de adesão, o próximo passo será definir com o município de Piracicaba os locais que receberão a chancela e formas de cooperação com o Consórcio PCJ.

Os “Espaços Eco Hídricos” tem como objetivo fomentar a preservação dos recursos hídricos na região ao estimular ações de conservação, de ecoturismo e turismo rural, valorizando a difusão da cultura regional, gastronomia, hotelaria e ações que direta ou indiretamente possam vir a contribuir com o fortalecimento da sustentabilidade.

Desde a crise hídrica, o Consórcio PCJ vem sensibilizando os municípios sobre a importância de investimentos estruturais em gestão de recursos hídricos como também da sensibilização da comunidade sobre a problemática da água. Diante disso, a entidade formatou o projeto dos “Espaços Eco Hídricos” como forma de ampliar o turismo preservacionista na região.

O projeto busca incorporar e reafirmar valores de estruturas e potenciais já existentes no município, tais como: museus, parques, lagos, sítios arqueológicos, usinas hidrelétricas, Estações de Tratamento de Água e Esgoto, projetos de educação ambiental com tradição e estrutura física, áreas de reflorestamento, entre outros.

Para receber a chancela do Consórcio PCJ, os municípios precisam cumprir determinadas contrapartidas previstas no termo de adesão e passar por auditoria dos técnicos da entidade que verificarão se as exigências estão sendo atendidas.

Desde o segundo trimestre de 2017, o Consórcio PCJ iniciou envio de ofício de lançamento do projeto e iniciou o agendamento de visitas aos municípios interessados em receber o título de “Espaços Eco Hídricos”. E desde setembro, as cidades estão procurando a entidade para oficializar a adesão ao projeto e receber a chancela, respeitando as diretrizes exigidas.

Municípios interessados em aderir ao projeto ou empresas em se tornar parceiras da iniciativa podem obter mais detalhes pelo e-mail agua@agua.org.br