15.02.2017 - Fórum do Rio Corumbataí destaca a continuidade das ações ambientais na bacia

A Câmara de Piracicaba realizou na manhã desta quarta-feira (15), a primeira reunião de 2017 do Fórum Regional Permanente em Defesa do Rio Corumbataí, sob a coordenação do vereador José Aparecido Longatto, que também é membro do Conselho Fiscal do Consórcio PCJ.

Participaram ainda da reunião, as autoridades: o prefeito municipal de Piracicaba, Barjas Negri; pelo Consórcio PCJ participaram o secretário executivo, Francisco Lahóz, e o presidente do Conselho Fiscal da entidade e vereador de Rio Claro, Julio Lopes; o secretário municipal de Defesa do Meio Ambiente de Piracicaba, Rogério Vidal; o presidente do Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto), José Rubens Françoso; o procurador geral do município, Milton Sérgio Bissoli e o presidente da Ong ECO, Antonio Cesário Longatto, e demais vereadores de Piracicaba.

Lahóz destacou em sua palestra a necessidade de engajamento do Fórum em pleitear junto aos Comitês PCJ a antecipação de recursos do Plano de Aplicação Plurianual (PAP) para estudos e projetos na Bacia do Corumbataí. “Estão previstos recursos de 2018 até 2020 para estudos de abastecimento que podemos tentar antecipá-los junto ao comitê, ou então ampliar esse montante mediante remanejamento do PAP. O Consórcio PCJ atuará nesse sentido, apoiando essa iniciativa”, destacou.

O secretário executivo do Consórcio PCJ pontuou ainda que o mais importante se traduz na palavra continuidade das ações ambientais praticadas pelos governos desde a fundação da entidade. Citou como exemplo os avanços no tratamento de esgoto, que nesses 27 anos de trabalhos Consórcio PCJ, saiu de 3% para mais de 70%. Também citou participação no recente seminário em Piracicaba, sobre a temática das cidades inteligentes, quando lembrou da década de 1980 o surgimento do movimento “Campanha Ano 2000 – Redenção Ecológica da Bacia do Piracicaba, que resultou na criação do Consórcio PCJ, em 1989.

O prefeito de Piracicaba, Barjas Negri, lembrou que hoje Piracicaba capta a maioria da água no Corumbataí, abastecendo 400 mil habitantes. Barjas falou da importância de realizar eventos de sensibilização como o do Fórum do Corumbataí. “Cumprimos a lição de casa com relação ao saneamento básico e água potável para todos. Temos que envolver a sociedade a participar desta evolução”, disse.

Barjas disse que Piracicaba dá o exemplo para que outros aproveitem deste modelo, sendo que as futuras gerações agradecem o trabalho de harmonia e construção política que está sendo implementado. “De nossa parte vamos tentar fazer a lição de casa e espero que a bandeira de proteção de nossos mananciais continue nos próximos anos”, atentou.

Idealizador do Fórum, José Aparecido Longatto relembrou a intervenção do promotor Ivan Carneiro, em 2004, na instalação de inquérito que resultou na obrigação do município de Rio Claro a tratar seu esgoto, quando Piracicaba aprovou lei municipal elevando o valor da alíquota de água para o tratamento de esgoto.

O secretário de Meio Ambiente, Rogério Vidal, juntamente com diversos vereadores e representantes do Executivo de várias cidades integrantes do Fórum Regional discorreram sobre as políticas de preservação do meio ambiente, tendo como foco a preservação de mananciais.

IMG-20170215-WA0012IMG-20170215-WA0014