16.05.2016 - “Espaços Eco Hídricos” unem conservação com fomento ao emprego e desenvolvimento sustentável

O Consórcio PCJ promoverá nessa terça-feira, dia 17, encontro com os municípios associados à entidade para apresentar a proposta de criação de “Espaços Eco Hídricos”, como forma de preservar áreas de mananciais de abastecimento público, fomentando a geração de empregos e a promoção do desenvolvimento sustentável. O evento acontecerá na sede do Consórcio, no Centro de Referência em Gestão dos Recursos Hídricos, na cidade de Americana (SP).

O Espaço Eco Hídrico será um local de sensibilização ambiental, com o objetivo de garantir a preservação do meio ambiente local e dos seus recursos naturais (hídricos, florestais e geomorfológicos), incorporando e valorizando estruturas existentes, tais como: museu da água, sítios arqueológicos, usinas hidrelétricas, museus em geral, projetos de educação ambiental com tradição e estrutura física.

Para isso, uma minuta de lei foi elaborada pela Assessoria Jurídica do Consórcio PCJ, com as diretrizes que esses espaços devem atender, além de indicar o estabelecimento de garantias financeiras para a implantação do projeto e, assim, assegurar a continuidade da iniciativa. A minuta de lei será entregue aos municípios que possuam áreas com potencial de implantação de Espaços Eco Hídricos e manifestem interesse no projeto. A entidade prestará apoio jurídico e técnico para a iniciativa.

Para o encontro de esclarecimento foram convidados: prefeitos dos municípios associados; diretores de concessionárias de saneamento públicas e privadas; secretarias municipais de educação; secretarias municipais de recursos hídricos e meio ambiente; secretarias municipais de turismo e assessorias jurídicas dos municípios e concessionárias de saneamento.

Segundo o secretário executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahóz, a proposta do “Espaço Eco Hídrico” busca intensificar a preservação das fontes de abastecimento público ao mesmo tempo que se promove o turismo e a geração de emprego. “A reunião com os municípios servirá para complementarmos a proposta dos Espaços Hídricos com o objetivo de agilizar as tramitações necessárias e demais exigências técnico burocráticas”, comenta.

Paralelamente à proposta dos “Espaços Eco Hídricos”, o Consórcio PCJ tem atuado junto à Bacia do Corumbataí para avançar na implantação do Geoparque Global da Unesco naquela localidade, devido ao seu potencial geológico. Na região, possui inventário elaborado pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) que identificou 11 geossítios que atendem às exigências da Unesco. A entidade promoverá ainda no segundo semestre de 2016 o curso “Ecoturismo Cabeceiras”, com os municípios da parte alta das Bacias PCJ, como forma de preservar as nascentes que formarão os principais rios de nossa região.

Na visão do Consórcio PCJ, o desenvolvimento de atividades voltadas ao turismo geológico e de ecoturismo contribui para a preservação dos recursos hídricos e meio ambiente. As Bacias PCJ possuem potencialidade para o turismo preservacionista o que despertou na entidade o desejo em promover e assessorar os municípios da região na instituição de Geoparques Globais da Unesco e Espaços Eco Hídricos, como forma de ampliar a disponibilidade hídrica e ainda gerar empregos e desenvolvimento das comunidades onde essas áreas estão situadas.

Serviço:

Evento: Encontro sobre a Sugestão de Projeto de Lei voltado para a Geração de Empregos através do Ecoturismo e Turismo Rural
Data e Horário: 17 de maio de 2016, às 9h30
Local: Centro de Referência em Gestão dos Recursos Hídricos, sede do Consórcio PCJ, situado na Avenida São Jerônimo, 3100.
Confirmação de presenças pelo telefone 19 3422 5457, com Paulo Bruno.