17.03.2016 - Campinas e Sanasa dão início a construção de nova ETE para atingir 100% de tratamento de esgoto

O prefeito de Campinas e conselheiro do Consórcio PCJ, Jonas Donizette, e o presidente da Sanasa, Arly de Lara Romêo, assinaram na quarta-feira, dia 16 de março, a ordem de serviço para o início da construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Boa Vista. Com a conclusão da obra, que tem prazo contratual de 18 meses, Campinas passará a ser o primeiro município brasileiro com mais de um milhão de habitantes a atingir 100% da capacidade instalada para o tratamento de esgoto.
Representando o Presidente do Consórcio PCJ e prefeito de Indaiatuba (SP), Reinaldo Nogueira, estiveram presentes o secretário executivo da entidade, Francisco Lahóz, e a assessoria Jurídica, Lilian Bozzi.
A obra beneficiará uma população de 55.134 moradores de 30 bairros de Campinas. Com capacidade para tratar 180 litros de efluentes por segundo, o esgoto tratado por meio de membranas ultrafiltrantes resultará em água de excelente qualidade que poderá ser aproveitada como água de reúso com grau de 99% de pureza.
De acordo com Jonas Donizette, é por meio do tratamento de esgoto que o município monitora a qualidade da água devolvida para os mananciais. “Essa é uma obra que vem coroar todo o trabalho que está sendo feito, se existe algo que melhora a vida das pessoas é o acesso universal ao saneamento básico e foi isso que nos dispusemos. Hoje é um dia de comemoração para Campinas”, acrescentou.
Para o presidente da Sanasa, trata-se de uma obra história para o município. “Esta obra entra para a história da Sanasa e de Campinas, porque a sua conclusão habilitará a cidade para ser a primeira de grande porte do País a ter 100% da capacidade instalada de tratar o esgoto”, comemorou Arly.
Atualmente, as Bacias PCJ tratam em média 72% do esgoto gerado na região. “Essa importante obra de Campinas e da Sanasa soma-se às demais já realizadas e em processo de execução pela bacia que estão contribuindo para atingirmos o mais breve possível o tratamento total dos esgotos gerados”, comenta o secretário executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahóz.
Com investimento total de R$ 51.740.535,21, sendo R$ 45.998.479,18 financiados pelo PAC FIN/FGTS e o restante com contrapartida da Sanasa.
A ETE Boa Vista, que leva o nome do córrego que margeia a unidade, será construída em uma área de 90 mil metros quadrados na Rua Aladino Selmi, s/n, ao lado do Centro de Tecnologia da Informação (CTI) ‘Renato Archer’. Como compensação ambiental, a Sanasa executará obras comunitárias no bairro Vila Olímpia, localizada próximo à ETE.

Investimentos em Saneamento

Desde o início de 2013, já foram iniciadas obras de implantação de rede de esgoto em 11 bairros, melhorando a qualidade de vida de 68 mil pessoas. Ao todo, estão sendo construídos 75 quilômetros de rede de esgoto (é como ir e voltar de Campinas até Americana), com investimento de R$ 36,5 milhões.
Das 11 obras iniciadas, cinco já foram concluídas nos seguintes bairros: Satélite Íris 1 e 4, Jardim Santa Cândida, Residencial Monte Alto e Parque das Universidades. Os bairros que também receberão rede de esgoto e as obras já foram iniciadas são: Satélite Íris 2 e 3, Jardim Uruguai, Jardim Capivari, Solar de Campinas e Parque dos Pomares.
No final de 2015, a Sanasa iniciou as 10.680 ligações da rede de esgoto do sistema de esgotamento sanitário Nova América, na região do Campo Belo. Trata-se das ligações dos imóveis à rede da Sanasa.
Fotos e Texto: Assessoria de Imprensa Sanasa

_DSC0101_web