08.06.2017 - Barragens de Amparo e Pedreira recebem recursos para início das obras

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, assinou nessa quarta-feira, dia 07 de junho, termo aditivo no contrato de financiamento das barragens de Duas Pontes, no Rio Camanducaia, na cidade de Amparo, e de Pedreira, no Rio Jaguari, que permite a transferência de parte de recursos do projeto de macrodrenagem de Guarulhos para investimento nas represas. No total, serão investidos pelo Estado R$ 782 milhões na construção das barragens nas Bacias PCJ.

O presidente do Consórcio PCJ e prefeito de Nova Odessa (SP), Benjamim Bill Vieira de Souza, esteve presente durante a cerimônia de assinatura do aditivo ao lado do coordenador de projetos da entidade, José Cezar Saad, e comemorou essa grande conquista para a região. “Nós do Consórcio PCJ lutamos pela construção dessas barragens desde 1992, fomos um dos coordenadores do projeto básico das represas.  A assinatura do documento pelo governador, que permitirá o início das obras, evidentemente, é uma conquista enorme para dar maior segurança hídrica para nossa bacia”, comentou Bill.

Com os recursos assegurados, o próximo passo é a abertura de licitação para contratação da empresa responsável pela construção dos reservatórios. No Diário Oficial do Estado de São Paulo de hoje, dia 08, foi publicado que a partir da próxima segunda-feira, dia 12, ficará disponível o edital da licitação para consulta.

As barragens de Amparo e Pedreira serão construídas abaixo do Sistema Cantareira. O objetivo é criar uma reserva hídrica estratégica nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (Bacias PCJ). O reservatório de Pedreira ocupará uma área de 4,3 km² e terá capacidade para acumular 31,9 milhões m³ de água. As comportas vão permitir uma vazão regularizada de 8,5 m³/s. Já o reservatório Duas Pontes deverá ocupar uma área de 8,8 km², com capacidade para 53,4 milhões m³ e vazão regularizada de 8,7 m³/s.

Também estiveram presentes à assinatura do termo aditivo, o secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga, o prefeito de Amparo, Luiz Oscar Vitale Jacob, o prefeito de Campinas, Jonas Donizete, e o prefeito de Pedreira, Hamilton Bernardes.

Durante a ocasião, o presidente do Consórcio PCJ solicitou ao governador Geraldo Alckmin agendamento de reunião para tentar viabilizar recursos financeiros para implantação do projeto de macrodrenagem do Ribeirão Quilombo. O empenho do presidente nesse assunto foi demonstrado também nessa semana, durante a comemoração do Dia Mundial do Meio Ambiente. “Nós vamos entrar numa briga grande para limpar o nosso Ribeirão Quilombo, para que ele volte a ter peixes, como quando eu era menino tive a oportunidade de pescar”, disse Bill.

Barragens1DSC_0638_webDSC_0585_webDSC_0592_webDSC_0632